segunda-feira, 26 de setembro de 2016


Idosa cega que achava que filho estava desaparecido há 20 anos descobre o cadáver dele em casa
Uma mãe cega que sempre se perguntou o que aconteceu com seu filho há 20 anos descobriu que ele estava morto no andar de cima de sua casa o tempo todo. No entanto, havia muito lixo e mau cheiro na casa, o que fez com que o cheiro do corpo em decomposição não fosse percebido pela idosa.
As autoridades de Nova York, onde ocorreu o incidente, dizem acreditar que a mulher pensou que o filho tivesse simplesmente saído de casa sem dizer nada. Mas ela conviveu com os restos mortais de seu filho durante todo o tempo.
A descoberta foi feita em 15 de setembro, quando uma parente foi a casa da idosa para pegar algumas coisas, já que ela estava internada no hospital.
No andar de cima, em um quarto recheado de itens, a parente encontrou um esqueleto "completamente intacto", vestindo jeans, meias e uma camisa, e deitado de costas sobre um colchão fino no chão.
Os investigadores realmente acreditam que a idosa, chamada Rita Wolfensohn, poderia não saber que ela estava vivendo com o cadáver de seu filho. Teias de aranha e lixo enchiam a sala onde o corpo foi encontrado. A polícia ainda acredita que o homem morreu de causas naturais.
De acordo com registros públicos, Rita teve dois filhos, Michael e Louis. Michael morreu em 2003 com 38 anos, de acordo com documentos judiciais. Já Louis “desapareceu” quando estava com 49 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário