segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Homem atira na mulher e avisa a vizinha: "matei a Jéssica"
Um homem de 27 anos matou a mulher de 23 com um tiro na cabeça, na madrugada deste domingo, no Centro de São José da Lapa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e bateu na janela da casa da vizinha, que cuidava da filha do casal de um ano e um mês do casal, para comunicar o crime. “Matei a Jéssica”, disse Júnio Ferreira Moura, antes de fugir. O acusado é procurado pela polícia.
Segundo a vizinha, Júnio e Jéssica constantemente brigavam. Na noite de sábado, o casal deixou a filha com ela para sair à noite. Às 3h25 dessa madrugada, a vizinha acordou com o barulho de um tiro. Dez minutos depois, a vizinha conta que escutou mais um disparo. Em seguida, Júnio a chamou para comunicar o que tinha feito.
A vizinha contou à polícia que foi à casa da vítima e encontrou o suspeito no portão, fugindo. Ele usava uma camisa do Cruzeiro, calça jeans clara e tênis.
Ao entrar na casa, a vizinha disse ter encontrado Jéssica caída na sala, em meio a uma poça de sangue. Ela pediu socorro e um médico da policlínica local constatou que a mulher já estava morta, com uma perfuração de tiro na cabeça. A arma usada, um revólver calibre 38, foi encontrada junto ao corpo com quatro cartuchos intactos e um deflagrado.
A perícia constatou sinais de luta. A casa estava revirada. Na porta do quarto, havia uma perfuração, possivelmente de uma faca. O perito recolheu quatro facas no quarto e uma na sala, mas sem manchas de sangue.
No interior de uma geladeira desativada, o perito encontrou uma sacola plástica com uma pedra de crack dentro. Todo o material foi recolhido para ser periciado. De acordo com a PM, Júnio fugiu deixando para trás sua carteira com documentos e dois celulares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário